CULTURA - Publicado em: 17/01/2020

Bolsonaro decide demitir secretário da Cultura após citação nazista.


Após a ampla repercussão do vídeo no qual o secretário de Cultura, Roberto Alvim, cita uma frase de um discurso de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda da Alemanha nazista, sobre arte, o presidente Jair Bolsonaro decidiu demiti-lo.

De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, fontes próximas a Bolsonaro, a situação de Alvim  é “insustentável”. O chefe direto do secretário, o ministro Marcelo Álvaro Antônio, do Turismo, e líderes do Congresso Nacional foram comunicados da decisão.

O Palácio do Planalto afirmou, havia dito em nota, que não iria se manifestar sobre a fala do secretário e afirmou que o Alvim “já se manifestou oficialmente”.

Faça seu comentário





O preenchimento de todos os campos são obrigatorios.

Comentários

Por: - em 31/12/1969