ARTIGO E OPINIÃO - Publicado em: 03/05/2021

Julgamos mais do que buscamos a verdade.


Vivemos em um mundo onde há muita gente capaz de machucar, de roubar, de enganar, de mentir para se favorecer, de fazer o mal sem sentimento de culpa, que acabamos nos tornando medrosos em acreditar.

O grande e maior problema é que acabamos julgando, condenando as pessoas e fazendo com elas o que não gastaríamos que fizessem conosco.

Já faz algum tempo que venho procurando mudar qualquer tipo de comportamento que me faça julgar as pessoas. Eu não me vejo no direito de achar que todos são do lado mau, nem posso ser tão ingênua em acreditar que todos são bons. No entanto, sempre me permiti buscar a verdade e sempre preferi lutar por mais justiça do que oferecer uma condenação sem provas.

Eu não julgo os julgadores, os que condenam; se o fazem, são por se considerarem superiores, o que não lhes garante a supremacia.

Sigo tentando ser melhor que antes, lutando para não dar aos outros o que não quero para minha vida e quanto mais luto para ser melhor, mais vou precisar lutar.

Nildinha Freitas

Faça seu comentário





O preenchimento de todos os campos são obrigatorios.

Comentários

Por: - em 01/01/1970