CONDENAÇÃO. - Publicado em: 16/06/2015

Prefeito de João Câmara é condenado a devolver mais de três milhões ao erário público.


A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) condenou, em sessão realizada nesta terça-feira (16), o prefeito de João Câmara, Ariosvaldo Targino de Araújo a devolver R$ 3,336 milhões ao erário por irregularidades na prestação de contas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF), referente ao ano de 2003.

Segundo o voto do relator, conselheiro em substituição, Marco Antônio Montenegro, o corpo técnico do Tribunal de Contas detectou a ausência de documentos imprescindíveis para comprovar as despesas com recursos do Fundef relativas ao ano de 2003. Os documentos necessários eram extratos bancários das contas usadas para o Fundef, processos licitatórios, cópias de contratos ou convênios, folha de pagamento mensal, entre outros.

Mesmo após duas notificações, as falhas na prestação de contas não foram sanadas. Por isso, o voto, acatado à unanimidade pelos conselheiros, foi pela desaprovação da matéria, impondo ao responsável o ressarcimento dos valores em questão para a conta específica do Fundef. Além disso, foi fixada uma multa de 10% do valor do ressarcimento.

 

Faça seu comentário





O preenchimento de todos os campos são obrigatorios.

Comentários

Por: - em 31/12/1969